sábado, outubro 29, 2011

A tecnologia e um grande amigo



Não tinha como não escrever sobre a morte de Jobs, mas infelizmente o destino foi traiçoeiro, e levou-me um amigo muito mais próximo e querido, e pelo nosso relacionamento, pelo propósito deste site que é falar sobre tecnologia e até pela constante presença dele neste site, como leitor e comentários freqüentes, não tinha como evitar que o post sobre ele saísse na frente do de Jobs.


Ele não era fundador de empresa nenhuma, pelo menos que eu saiba, mas era um amante inveterado das tecnologias, em especial as eletro-eletrônicas e ligadas às telecomunicações. Conhecedor de circuitos, componentes, válvulas e afins, meu amigo Maurílio era do tipo incorrigível de engenheiro, que além de gostar de ser engenheiro, aproveitava o seu tempo de folga, para continuar sendo engenheiro!


Sempre me diverti, mesmo antes de entrar na engenharia, desenhando circuitos, soldando componentes e eventualmente estragando algumas geringonças que me chegavam às mãos, mas o Mau era do tipo que pesquisava, curtia seus projetos antecipadamente, investia tempo pensando na sua construção, na aquisição dos componentes, montagem e finalmente no uso dos mesmos, conforme podemos ver, no vídeo que ele postou no YouTube, após montar seu amplificador valvulado AX84.

Não se contentava em participar da massa das opiniões comuns ou da maioria, sempre prezou pela opinião pessoal legítima e singular, que nem sempre era compartilhada pela maioria ou era bem aceita pela mesma maioria. Para quem não conheceu estas expressões e curtiu alguns de seus debates, deixo uma pequena amostra de suas idéias no Blog Olhando e Vendo de sua autoria.


O Mau era amigo leal, que nunca nos visitava aos domingos à tarde, mas que esteve muito presente na vida de minha família, e em vários momentos em que tive a chance de trabalhar com ele nestes últimos quinze anos. Companheiro certo de um bom chopp gelado e bem tirado no bar do praia clube, aos domingos pela manhã.


Você já está fazendo falta em nossas vidas. Não sei se continuará com acesso a internet onde estiver agora, mas certamente continuará nos inspirando a mantermos nossa lide diária no campo das tecnologias, defendendo sempre o que for melhor para a sociedade, dentro do conceito mais amplo de ética.


Vá com Deus amigão!

2 comentários:

Carlos Ribeiro disse...

Não pude estar presente mas compartilho o choque. Pessoas como o Maurílio fazem muita falta. Nunca cheguei a desenvolver com ele a mesma relação que você ou o Renato tiveram, mas sempre o respeitei muito.

Aprendi com ele uma coisa muito simples que passei a tentar praticar constantemente: ele nunca deixou de buscar os filhos na escola, rigorosamente no horário, mesmo no meio de muito serviço. E eu aprendi a admirar isso, e a tentar fazer o mesmo, nesse dia a dia complicado de cidade grande. É uma lição simples que eu carrego comigo até hoje...

Priscilla Carvalho disse...

Ele fará mta falta mesmo! Lembro bem dos debates e idéias polemicas e do qnt ele era uma pessoa culta e amiga!
Na época em q trabalhei com ele sempre havia uma frase de impacto em sua mesa... Como "mutatis mutandis" a qual ele sempre mencionava também...
Seja pela inteligência, pela amizade, pela disposição em aprender e ensinar, pelo jeito carismático q tratava as pessoas a sua volta... O Mau vai fazer muita falta em nossas vidas... O q quer dizer também que ele marcou positivamente todos aqueles a sua volta...